Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

A DECADÊNCIA - Capítulo 03

 SANTA FILOMENA PARECE QUE ESTÁ SEM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

         A cidade de Santa Filomena vive um dos piores momentos de sua vida política. A ordem, no momento, não é progredir e sim perseguir e regredir. Como o SANALP  é um veículo que não tem medo de falar a verdade, não vamos deixar, em hipótese alguma, os nossos leitores filomenenses que residem neste Brasil a fora, alheios à realidade porque passa a nossa tão sofrida cidade.          Estamos construindo uma série de reportagens com o título de DECADÊNCIA, para mostrar a veracidade dos fatos que tanto vêm atrasando a nossa coitada Santa Filomena.
         Nosso roteiro turístico de hoje é na rua Nova República, localizada no Bairro Bom Jesus, praticamente colada no centro da cidade. A realidade, por lá, é mesmo de arrepiar. Veja:


          A atual administração pública de Santa Filomena pode até odiar as iniciativas do SANALP, mas pouco estamos preocupados com isso, tendo em vista que não podemos deixar de divulgar o que se passa…

COLUNA SOCIAL

COLUNA SOCIAL

JOSELMA SIMÃO MANTÉM TRADIÇÃO DE 23 ANOS EM SUA RESIDÊNCIA
 

       A famosíssima comerciante, Joselma Simão, que há mais de 20 anos reside em Santa Filomena, mantém uma tradição que teve início no ano de 1988. Trata-se de um almoço especial e meditante na Sexta-Feira da Paixão, onde ela convida os principais amigos e, daí, parte daqueles que comparecem, ficam sendo muito bem recebidos para esse fim todos os anos. Entre eles, o mais velho de todos neste evento, o colunista e professor José Overbeck, que vem almoçando na residência da comerciante todos os anos, desde de 1988, quando então ele tinha 17 anos. De lá para cá, nunca mais deixou de ser convidado.
O almoço deste ano, que muito lembra o patriarca da família, o Sr.Nauro, mais conhecido pelo simpático e comunicativo Pernambuco, que tanto fez momentos históricos com os filomenenses, e que, infelizmente, nos deixou no ano de 2008, reuniu poucos convidados, tendo em vista que dona Joselma Simão prefere apenas simbolizar a data …